PEQUENO HISTORICO DO ECOPONTO DA HAMBURGUESA (PRAÇA NOVA LAPA)

ECOPONTO DA HAMBURGUESA (PRAÇA NOVA LAPA)

Em resumo, a historia que eu conheço foi assim:

  1. Foi publicado no blog diário oficial da lapa a AUTORIZAÇÃO para contratação de serviços através da ATA DE RP nº 033/SIURB/2012, para Implantação de ponto de entrega voluntária para resíduos da construção civil e objetos volumosos – Ecoponto Vila Hamburguesa (situada a Praça Nova Lapa com a rua Maria Augusta Tomaz), com prazo para execução dos serviços até 60 (sessenta) dias a partir da Ordem de Serviços, cuja detentora é a empresa H.E. ENGENHARIA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA, inscrita no CNPJ sob nº 62.533.278/0001-81, no valor de R$ 116.102,26 (cento e dezesseis mil, cento e dois reais e vinte seis centavos). Em 20 de outubro de 2012, no link https://diariooficialdalapa.wordpress.com/2012/10/20/3-ecopontos/

Nesta época  o prefeito Kassab estava bastante preocupado em executar as metas de seu plano,  pois estavam muito atrasadas; então ele tentava cumpri-las, sem observar alguns cuidados básicos.

  1. Então diversas pessoas leram a publicação, acharam estranho o ato de se implantar um ecoponto num local que é uma praça, indignaram-se e foram à luta para tentar barrar o processo. Naquela ocasião, lembro-me perfeitamente do trabalho de Cleide Coutinho, que era a conselheira de metas da zona oeste, que rapidamente avisou Rosmari Zenha, que era conselheira do Cadão e, juntas, com Alexandra Swertz e outras pessoas da comunidade fizeram um grande movimento, chamando até a grande imprensa, o que resultou em:
  2.  SUSPENSÃO “sine die”da execução do contrato celebrado com a empresa HE ENGENHARIA COMERCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA,  publicado no link https://diariooficialdalapa.wordpress.com/2012/12/14/ecoponto-vila-hamburguesa-2/ em 14 de dezembro de 2012.

A Praça foi preservada e finalmente foi promulgado o DECRETO Nº 55.113, DE 15 DE MAIO DE 2014, sobre a implantação de Ecopontos no Município de São Paulo, pelo prefeito FERNANDO HADDAD, que reza “Art. 6º Caberá às Subprefeituras dar o suporte necessário para a identificação de novas áreas passíveis de implantação de Ecopontos, de modo a formar uma rede capilar de equipamentos voltada à captação e à valorização dos resíduos sólidos que permita, pela proximidade das fontes geradoras, a adoção de medidas efetivas de controle da poluição difusa, notadamente aquela decorrente da deposição irregular de resíduos.” NESTE PONTO A ATUAÇÃO DO CONSELHO PARTICIPATIVO será fundamental.

Anúncios

Sobre diariooficialdalapa
ativista lapeano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: