PRAÇA ANTONIO RUBIO ALEGRE – denominação de ELISEU GABRIEL

PROJETO DE LEI 01-00532/2015 do Vereador Eliseu Gabriel (PSB) “Denomina PRAÇA ANTONIO RUBIO ALEGRE, o logradouro público inominado, localizado no entroncamento das Ruas Taroari com Rua Palamedes, City América – Pirituba. A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO decreta: Art. 1º – Fica denominada Praça Antonio Rubio Alegre, o logradouro público inominado, localizado no entroncamento das Ruas Taroari com Rua Palamedes, City América – Pirituba. Art. 2º – A presente propositura encontra amparo legal na Lei nº 14.454, de 27 de junho de 2007, Capítulo II, que disciplina sobre a Denominação das Vias e Logradouros Públicos Municipais. Art. 3º As despesas decorrentes da implantação desta lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessárioArt. 4º – Esta lei entrará em vigor na data de sua publica- ção, revogadas as disposições em contrário. Sala das Sessões, Às Comissões competentes”. “JUSTIFICATIVA Nascido no pequeno povoado de Torrelacarcel, na região de Aragón, na Espanha, casou-se com Isabel, com que teve dois filhos espanhóis e, após sua chegada ao Brasil no ano de 1961, veio ao mundo outros dois filhos brasileiros. Ainda na Espanha trabalhou como forjador e serralheiro até o ano de 1960, quando então o povoado onde residia tornou-se pequeno para seus sonhos e, como tinha dois cunhadas já residindo no Brasil, decidiu mudar-se para essas bandas de cá, tendo chegado em Santos no ano de 1961. Trabalhou na Sofunge (Sociedade Técnica de Fundições Gerais), na Vila Anastácio, Fresinbra (freios e Sinais do Brasil) e, nas horas vagas trabalhava em casa como serralheiro. Por volta de 1967, em associação com um amigo, alugou um prédio na Vila Mangalot e abriu uma empresa de fundição de alumínio e serralheria. Ato contínuo saiu o amigo e entrou o cunhado, tempos depois desmembraram a fundição de alumínio da serralheria, tendo ficado a serralheria na Vila Mangalot e a fundição de alumínio, acrescida também de ferro, passou a funcionar na Lapa de Baixo. Além da empresa de fundição, foi sócio também na fabrica de balanças Ramuza, hoje com seu antigo sócio, mudam-se do prédio alugado em Pirituba para outro construído por ele, em um terreno no bairro da Fazendinha em Santana de Parnaíba, onde a empresa permanece até os dias de hoje. A região começava a ser explorada e Antônio passa a adquirir áreas para lotear, através de sua empresa Rubio Empreendimentos Imobiliários, quando vende as outras empresas e passa a se dedicar exclusivamente à loteadora. No ano de 1976 descobre o câncer, entre lutas e sofrimentos vem a alegria de um novo filho e isso o impulsiona em sua melhora, ainda assim o câncer o vence em outubro de 1981. Sua alegria de viver deixou saudade nos amigos e vizinhos que o querem homenagear colocando seu nome em uma praça no bairro onde sempre viveu. Diante de tudo quanto exposto, espero contar com o apoio de meus nobres pares na aprovação do presente Projeto de Lei.”

Anúncios

Sobre diariooficialdalapa
ativista lapeano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: