CPM LAPA ATA 9 DE JUNHO DE 2016

Reunião Ordinária Conselho Participativo Lapa em 09 de Junho de 2016 Estiveram presentes os conselheiros Mirian Flores, Vania Maria Gatti Lima, Flávia Amorim Maia, Paulo César Maluf, Roberto Galdi, Dalcio Junqueira Franco, Sinuhe Alberice, Jéssica Varizo, Diego Rabatone, Filipe Cardoso Fornari, Umberto Campos Filho, Claudinei Simões, Maria Esther do Valle, Vania Valentim, Cristiana Bernardi Isaac, Valeria Gaspar, Valdeny Silva, Edson Salles, Guilherme Mendes, Alexandra Swerts, Marcia Hindrikson Golz, Shirley Jesus dos Santos, Maria de Lourdes Oliveira, Margarida Helena Ferreira e Luiz Batista de Paula. Ausências justificadas: Rafael Saragiotto e Vanessa Matarazzo. Conselheiros Ausentes: Cassia Villas Boas, Fernando Gdikian, Gustavo Vieira de Boni, Isabela Tramansoli, Maria Laura Fogaça Zei, Monica Adan Ogando, Reginaldo Morales, Thaysa Matos, Tiago Arjonas. Reuniu-se nesta data na sede da Subprefeitura Lapa, situada à Rua Guaicurus, número 1000, dando-se início pontualmente as 19:30 minutos. O Coordenador abriu as inscrições para os informes. O Sr. Mauricio iniciou falando sobre o trabalho do setor de empreendedorismo da sub Lapa, sobre a agência e seu funcionamento. Além de explicar sobre o funcionamento do atendimento aos moradores de rua, problema recorrente da Leopoldina, disse inclusive sobre as novas propostas de recolocação destas pessoas no mercado de trabalho. Em seguida o Conselheiro Umberto fez a entrega do seu comprovante de residência, visto que houve um questionamento a este respeito no grupo de Whatsapp do Conselho, sobre os endereços dos conselheiros, se são ou não realmente os endere- ços apresentados no ato das inscrições do pleito. Paulo Fávero, da comissão da UBS Bento Bicudo informa que tomou a decisão de congelamento da proposta da UBS já que a comissão acha pouco provável a viabilidade do projeto neste momento. Assim, a comissão achou por bem congelar este assunto até que o turbilhão passe e convida quem quiser tocar o projeto, dizendo que as informações já arrecadadas pela comissão estão disponíveis. Sobre a UBS Vila Anastácio, falou que existe uma verba que foi cedida pelo Vereador Natalini e que esta verba está na Secretaria de Relações Governamentais. Fávero pediu que o conselho faça a cobrança para que esta verba chegue brevemente ao local destino e assim possam ser adquiridos os equipamentos que serão direcionados para melhoria do local. O munícipe ainda entregou o ofício com a solicitação da verba e com a comprovação de envio da mesma. O documento entregue foi protocolado e será direcionado aos conselheiros do CPOP e GT da Saúde. Em seguida, o conselheiro Diego informou que participa do grupo Ocupa Conselho e informou que já está disponível a Tv WEB do grupo e se prontificou a enviar o Link para que todos conheçam. A intenção é que os vídeos tragam explicações sobre o conselho e entrevistas dos conselheiros das regiões da cidade, existem outras ideias temáticas também, outras pautas serão estudadas com base nas pautas que estão sendo discutidas nos conselhos e tudo isso é feito de forma voluntária e todas as terças-feiras à noite são reunidos os envolvidos no projeto. A conselheira Jéssica Varizo informou que esteve no Iº Fórum dos Conselheiros Participativos, ocorrido dia 2 de junho de 2016, na Câmara Municipal, e que um dos temas abordados foi a regulamentação/permanência do Conselho Participativo Municipal. Falou que uma das prioridades eleitas no fórum foi a pauta de continuidade do Conselho, visto que este ano é um ano de eleição e é importante que o conselho continue existindo independente de quem seja eleito para prefeito. Para que se assegure sua existência foi feito um Manifesto, o qual já está circulando pelos CPM de cada sub. A conselheira trouxe o manifesto impresso para recolher a assinatura dos conselheiros e pediu que todos assinassem, demonstrando seu apoio. Muitos dos participantes do fórum reclamaram da falta de comunicação entre os CPM, visto que Secretaria de Relações Governamentais se negou a fornecer os dados dos conselheiros, alegando que os dados são sigilosos e de propriedade da secretaria. Desse modo, os presentes concordaram em falar com os membros dos seus respectivos CPM e juntar tais dados, de modo que possa ser feita uma rede entre os CPM, visando o empoderamento e a troca de informações entre os conselhos. O conselheiro pode escolher se quer ou não que seus dados (e-mail e telefone) sejam fornecidos a este grupo dos conselhos, para tanto deve assinar a lista impressa que será passada durante a reunião e assinalar se permite ou não a divulgação dos dados entre os CPM das sub. A conselheira também falou do grupo de e-mails do google, canal oficial de comunicação entre os conselheiros, e pediu para quem ainda não entrou no grupo por favor aceitar o convite via e-mail, para que as discussões fiquem documentadas e todas no mesmo canal de comunicação. Em seguida, a Conselheira Vania Valentim perguntou sobre o logotipo do conselho, se podemos ou não fazer um pedido utilizando o logo do conselho para pedidos de sua rua ou arredores. Perguntou também sobre o final do mandato do coordenador, se seria hoje ou não a eleição e está em dúvida sobre quais grupos de trabalho ela está inclusa, o coordenador respondeu que quando o pedido for algo relativo ao coletivo que se faça em nome do conselho, mas quando se tratar de questão de cunho pessoal que se faça como munícipe. Sobre o fim do mandado ele confirmou que é dia 30 e que falaria sobre a convocação para eleição em seus informes posteriormente e sobre os GTs que consta em ata os GTs e nome dos participantes. O munícipe Eduardo Fiora informou que o Subprefeito da Lapa, José Roberto Varela Queija, na última reunião da Zeladoria informou que o dinheiro da subprefeitura acabou, e questiona o que os conselheiros farão a respeito disso e se todos tem ciência da importância disso, o Conselheiro Claudinei complementou que protocolou ofício sobre os gastos feitos. Fiora informou que no Mural de gastos existem alguns valores expostos e sugere que na pauta mensal os conselheiros cobrem onde e como o dinheiro foi aplicado e que não tem visto trabalho deste tipo e não existe discussão de execução orçamentária. A Conselheira Alexandra deu o informe que a Amanda, residente da FAU (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo), terça-feira dia 14 de junho, às 19 estará presente na região da Leopoldina em local a confirmar com os mapas da região para discutir os apontamentos, feitos para a secretaria. O Conselheiro Claudinei Questionou porque o agendamento da reunião, pelas conselheiras Alexandra, Margarida e Shirley, e por que ele e o conselheiro Umberto não foram participados do agendamento. A Conselheira Alexandra respondeu que após terem sido expulsas do carro do conselheiro Claudinei durante a vistoria técnica no território. Não tendo mais condições de fala após esta resposta a conselheira Shirley esclarece que temos um problema no Bairro do jardim Humaitá, agora está sendo levada a favela do Areião e a comunidade do moinho até o final deste ano também para nossa região e já tínhamos um grupo de trabalho para a questão e que por alguns motivos não deu certo, e agora foi feita uma vistoria no bairro do Humaitá esta tendo muito mato e problemas com o córrego. A Alexandra começou o contato com a residente da SMDU e gostaria que todos participassem da reunião temática de plano regional. O Sr. Guilherme informou que a questão dos ofícios devem ser mais bem controlada e talvez melhorar o tipo de entrega para não dar o peso de coletividade aos pedidos pessoais, que estes sejam votados e aprovados, julgados pelo coletivo antes de serem apresentados. Não precisando usar o coletivo para legitimar suas solicitações e que tem sido feito esta prática de forma descontrolada. Claudinei interpelou que o oficio feito por ele e teve ciência do coordenador e foi apresentado em ata, Umberto também interpelou que no regimento não é previsto tal procedimento e o coordenador pediu que na pauta seja discutido tal procedimento após a leitura das respostas dos ofícios que já foram respondidos e estão de posse da mesa. Em seguida Conselheira Flavia Amorim Falou sobre a proposta da Retirada manual da Erva de Passarinhos através de um evento, engajando a sociedade civil para a execução do trabalho, fato que havia sido conversado com o Subprefeito na reunião feita na segunda feira que antecedeu esta reunião, explicou ainda sobre o manifesto das instituições para saída do Engenheiro Agrônomo Rafael Golin. A Convidada Cyra Malta apresentou-se e engenheira agrô- noma da sub lapa desde 2010 e ficou afastada entre 2013 e 2014 retornando suas atividades nesta sub e desde janeiro deste ano está na unidade de áreas verdes, Ela é nascida nesta região e tem muito carinho pelas arvores da região e viu muitas arvores daqui serem plantadas, participou do CADES lapa na primeira gestão em 2010 acompanhou e secretariou o Cades Lapa Desde que ela voltou para a Sub lapa ela conversou com o Rafael sobre o atraso do plano municipal do verde e sente a necessidade de dialogo sobre um plano de arborização com a participação da comunidade Falou sobre os Trabalhos e esforços nos atendimento não só dos SAC das Associações mais sim de todos eles, o que dificulta o atendimento geralmente, para execução e a Eletropaulo, no caso da praça Cornélia houve a remoção de vários fícus e agora haverão outras retiradas, e que elas ficaram pendentes e a Eletropaulo não ia ao local da retirada. Em 2012, quando secretariando o Cades a reunião era divida em duas na primeira metade os assuntos eram fixos e convidavam pessoas para falar sobre os assuntos e na segunda metade eram as pautas diversas. Sugeriu que façamos o mesmo no CPM. Um dos temas foi a apresentação do plano ciclo viário no CADES LAPA, e naquele momento ele tornou-se publico. Uma das propostas apresentadas naquele momento foi a identidade verde nele a proposta é de que a arborização seja homogênea entre os distritos No identidade verde, o plano de manejo e todo interligado assim CET Eletropaulo subprefeitura faz a atuação em conjunto. Os novos agrônomos foram treinados no quadrilátero que foi o atendido pelo piloto deste projeto, desenvolvido na Lapa, o SISGAU sistema de gestão arvores urbanas, a lapa treinou e hoje tem o maior numero de arvores cadastradas na prefeitura toda por conta deste programa piloto. O Controle não e perfeito como queríamos, pois não tem o geolocalizador junto, em 2012 a própria Cyra já fez o planejamento arbóreo a partir do plantio. Nesta época era feito por ruas de maneira continua. Sendo que haviam na oportunidade uma equipe de poda para cada distrito e uma que cuidava das urgências portando estava mais livre para agir nos entornos. Esta atitude evitava as remoções de arvores, o que nem sempre a remoção seja uma boa alternativa às vezes a retirada de uma arvore, muda o curso dos ventos e pode derrubar uma arvore sadia. Cyra falou ainda que tanto ela quanto o engenheiro Rafael fizeram o acompanhamento deste projeto naquela época ela aqui pela sub e ele pela secretaria do verde, Na época da realização destes serviços na Sub Lapa o fluxo de pessoas as vezes atrapalha a realização destes trabalho pois as pessoas costumam não respeitar os cavaletes que são colocados na via para que os caminhões posam parar ou ainda pessoas precisam transitar no passeio publico durante o período da poda. Paulo pediu esclarecimentos sobre o convenio com a Eletropaulo Cyra Disse que ela sempre tentou contribuir com o conselho e preza muito pela participação popular, acha importante saber sobre o fluxograma da sub saber quantos servidores temos aqui cumprindo, quais as qualificações deles, temos um problema grave na zeladoria de arvores mais que também temos muitas demandas que vem de diversos locais e que conhecendo as estrutura e os processos para que possamos conhecer as atividades e as execuções. E que estamos com a pendencia de um concurso para engenheiros de todos os setores além dos ambientais. Alexandra Swerts disse que o grupo de trabalho do meio ambiente vai pegar esta pauta para a tratativa, e que a lapa não teria sido precursora nas áreas verdes se não fosse a participação do Rafael, o Programa Feiras e Jardins Sustentaveis não seria implantado na sub lapa Falou sobre a participação do CADES pois o Cades e o local correto para esta discussão Claudinei informou que presenciou duas situações uma onde as pessoas estavam podando uma arvores e outras duas podas que poderiam sendo realizada não foram mesmo as arvores em questão também terem SAC aberto porque elas não podem ser feitas juntas. No Caso da Mofarrej também uma equipe com 15 pessoas realizou a poda de 3 arvores e foi ao canteiro de obra e a equipe voltou e podou mais quatro arvores e ficou com a promessa ,desta realização da poda pergunta como funciona isso já que das aproximadamente 20 arvores no local foram feitas 7 e as outras estão lá aguardando. Cyra respondeu que o que ela apresentou e o que nos queremos chegar mais que estas diretrizes não são nossas foi aprovado o plano de verão e acha que tem que sair removendo arvores O ministério publico sempre pede medidas sobre as arvores mais não consegue resolver as pendencias entre a atuação entre as sub e suas parcerias como Eletropaulo, CET e etc. O Modelo de equipe organizou uma proposta que foi barrada pelo tribunal de contas, existe uma norma técnica que tem que ser respeitada. A equipe é terceirizada enquanto o podador esta com a motosserra ligada, o outro não pode estar com a outra ligada para evitar acidente, também não pode ter ninguém embaixo da arvore trabalhando enquanto o outro corta. A Aplicação de herbicida nas vielas seria de boa pratica porem a ANVISA não aprova esta pratica. O atendimento e feito através do (PIMA) Plano Intensivo Manejo de Arvores, a equipe sai com uma ordem de serviço as podas devem ser publicadas em diário oficial para que possam ser questionadas em ate 5 dias uteis. Quando o munícipe pede no SAC o que ele recebe não é uma poda e sim uma vistoria onde o agrônomo decide a pratica a ser realizada se uma poda de adequação ou uma poda de equilibrio, ou uma remoção de arvore. Dalcio questionou a comissão de meio ambiente e Claudinei e diz que a maioria dos representantes conselheiros tem suas duvidas e como funciona os processos e pede que se organiza uma visita para conhecimento do fluxograma e organograma do setor e entender os aspectos minimamente administrativos e como se fazer uma solicitação para quem entregar para quem cobrar e estreitar os relacionamentos. Cyra concorda com a solicitação Mauricio informa que dia 07/06 foi dado o informe que a secretaria do verde pretende ter o cadastro de todas as árvores de são Paulo ate 2018 e que tal programa esta sendo desenvolvidoCristiana para se ter uma noção de recursos, chegou para a sub lapa mais recursos para cobrir os custos do trabalho intensivo da catástrofes ocorrida. Alexandra informou que R$ 5 milhões foram tiradas do orçamento do verde em 2015 da sub lapa. Cyra informou que não sabe sobre as finanças mais que no passado houve mais recursos para estes casos no passado Guilherme agradeceu a presença e perguntou para ela o que ela espera que o conselho pode ajudar e no que poderí- amos dar um passo para ajudar a realização e contribuir com os agrônomos Cyra respondeu que depende dos conselheiros os manejos é uma demanda que temos é a demanda de zeladoria que há mais que dificilmente sem o domínio da área e a existência de dinheiro para a realização. Fiora perguntou sobre a retirada da erva de passarinho e a Cyra respondeu que existem dois extremos mais que podemos fazer algo mais no caso da erva de passarinho a remoção manual não resolve e das limitações de leis que impedem a pratica Shirley diz foi estagiaria em 2010 do DGD oeste da SVMA e que este órgão não existe mais. Cristiana apresentou o oficio 12/2016 que trata sobre os reparos e melhorias dos passeios públicos na região perdizes. E o Oficio 13/2016 referente as quedas intermitentes de energia elétrica na região de perdizes ocasionando grandes danos aos munícipes desta região. O Coordenador apresentou a resposta do oficio de numero 08/2015 feito na gestão anterior sobre a UBS que após varias solicitações não houve uma resposta viável sobre a demanda. E este documento será encaminhado ao GT da saúde A Conselheira Maria de Lourdes requere o afastamento de sua atividade ao conselho para concorrer ao pleito de vereança Coordenador do conselho Paulo Maluf, recebeu as respostas dos ofícios abaixo através do Interlocutor da Subprefeitura Sr. Marcos Hirashima. Oficio 01/2016 ref. Enchentes no Córrego Cintra e Oficio 07/2016 Obras Emergenciais Córrego Cintra a Subprefeitura entrou em contato com o SIURB e que a 2 conselheiros receberam a informação que tal obra deve ser da sub prefeitura e não a SIURB Oficio 02/ 2016 ref. as emendas parlamentares A subprefeitura informa que só foi recebida uma emenda parlamentar do Police Neto para obra em melhoria da Praca Cyla Reimundini Oficio 03/2016 ref. obras aprovadas- Executadas do muro de contenção Presidente Altino e Melhorias na Praça Homero Silva Oficio 04/2016 Toca da Onça- Informa que obra em questão já foi realizada pela construtora Massafera detentora da ata de registro Oficio 09/2016 ref. Fechamento do Bar -Informa que o Bar já foi fechado Oficio 06/2016 ref. Serviços Sociais – Solicita que as informações solicitadas sejam direcionadas ao órgão competente Oficio 05/2016 Ref. Reforma da Praça Cornélia. A Subprefeitura agradece a proposta encaminhada e consultará os diversos coletivos e passara a sugestão aos vereadores para que estes disponibilizem emendas parlamentares para execução do projeto. O Coordenador Paulo Maluf informou ainda da audiência publica que haverá no próximo dia 18/06 na Uninove Agua Branca, das 8 as 13 horas, onde serão discutidos os planos de regionais do bairro e será feita a indicação de delegados territoriais O Conselheiro Diego propôs criar um grupo de trabalho para discussão dos procedimentos e código de ética para liberar esta pauta e em votação foi aprovado pela maioria a comissão será integrada pelos conselheiros Alexandra Swerts, Umberto Sarti, Guilherme Mendes, Sinuhe Alberice, Vania Valentim, Dalcio Franco, Diego Rabatone, Jéssica Varizo, Claudinei Simoes e Marcia Golz A reunião pelo avançado da hora deu-se por encerrada ficando como pauta para a próxima reunião que se dará em 22/06 as 19:30 horas na subprefeitura lapa as pautas pendentes: Ubs, Solicitações e encaminhamentos dos conselheiros, e tempo para que os grupo de trabalho se organizem e definam suas pautas e metas. Ficou decidida também a convocação da reunião ordinária para 30/06 as 19:30 horas, apenas para a realização das elei- ções para Coordenador e Vice e Secretaria e vice. Reunião Ordinária Conselho Participativo Lapa em 30 de Junho de 2016 Estiveram presentes os conselheiros: Mirian Flores, Vania Maria Gatti Lima, Flávia Amorim Maia, Paulo César Maluf, Jéssica Varizo, Filipe Cardoso Fornari, Valdeny Silva, Alexandra Swerts, Marcia Hindrikson Golz, Shirley Jesus dos Santos, Vanessa Matarazzo, Margarida Helena Ferreira, Fernando Gdikian, Dalcio Junqueira Franco, Roberto Galdi, Umberto de Campos Sarti Filho, Claudinei Simões, Diego Rabatone , Valeria Gaspar , Guilherme Mendes, Sinuhe Alberice, Rafael Saragiotto, Edson Salles, Vânia Valentim e Cristiana Bernardi Isaac Ausências justificadas; Maria Esther do Valle Conselheiros afastados: Monica Adan Ogando e Thaysa Mattos Conselheiros Ausentes: Cassia Villas Boas, Gustavo Vieira de Boni, Isabela Tramansoli, Maria Laura Fogaça Zei, Reginaldo Morales, Tiago Arjonas. Reuniu-se nesta data na sede da Subprefeitura lapa, situada a Rua Guaicurus número 1000 Dando-se inicio pontualmente as 19 h30 minutos para a primeira chamada a reunião ordinária com pauta exclusiva para eleição de novos coordenadores e secretária. Após as 19h45 minutos foi feita a segunda chamada e alguns conselheiros solicitaram a palavra e fizeram oposição a votação que já havia sido discutida e aprovada em duas reuni- ões anteriores como consta em ata. Pedindo o uso da palavra, o conselheiro Guilherme Mendes, em questão de ordem, antes do início da votação, informou que, diante do impasse sobre o prazo de afastamento do CPM Lapa dos conselheiros que pretendem se candidatar nas elei- ções 2016 (prazo de 90 dias ou 120 dias), contatou a Secretaria de Relações Governamentais, pedindo orientação acerca de qual regramento deveria ser utilizado nesses casos. Relatou que foi atendido pelo Dr. Waldir Mazzei de Carvalho, da Assessoria Técnico Jurídica, a quem colocou o questionamento da aplicabilidade, ou não, do art. 22 do Regimento Interno do CPM Lapa, que dispunha que “O Conselheiro que pretenda postular cargo eletivo nos poderes Executivo ou Legislativo deverá se desincompatibilizar de suas funções do Conselho Participativo Municipal da Subprefeitura da Lapa no prazo improrrogável de 4 (quatro) meses, antes do pleito eleitoral. Neste caso será declarada a vacância do cargo e efetivada a substituição do Conselheiro pelo suplente”. Como resposta, informou que o Dr. Waldir Mazzei de Carvalho posicionou-se pela aplicabilidade do aludido art. 22, já que não haveria conflito entre as orientações advindas da Justiça Eleitoral com o que dispunha o Regimento Interno, ressalvando que o aludido regimento não poderia somente contrariar disposição legal, podendo fixar outro prazo de desincompatibilização, desde que este não fosse menor do que o determinado pela Justiça Eleitoral. Informou ainda o conselheiro Guilherme Mendes que pediu para que o Sr. Marcos Hirashima entrasse em contato com o Dr. Waldir Mazzei de Carvalho, de modo a que confirmasse e retransmitisse a orientação dada pela Secretaria de Relações Governamentais aos senhores conselheiros. Sr Marcos pega a palavra e informa que ligou na secretaria e disse que se a suplente da coordenação quiser assumir o cargo de coordenador, que ela assuma, até a eleição de setembro, onde na conta dele completa seis meses, do mandato atual. Ele pergunta para Sra Margarida se ela quer assumir a coordenação e, ela responde que sim.Após ter sido questionado o coordenador Paulo César Maluf sobre a validade da eleição ele esclarece. 1°- A Eleição para coordenador (a) e secretária (o) está ocorrendo hoje dia 30 de junho, porque foi aprovada em reunião ordinária do dia 09 de junho, por todos conselheiros presentes, após ter sido solicitada pela conselheira Vania, conforme ata publicada. E até este momento não recebemos nenhum documento formal, que impugne a eleição nesta noite. 2°- Sobre aqueles que pretendem sai candidatos na eleição de 2016, tem que se afastar (90) noventa dias antes, conforme a ata alinhamento da SMRG do dia 26 abril e também da Lei Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, LC 64/90, que define (03) três meses antes da eleição seu licenciamento. Diante desta lei o regimento interno não pode sobrepor. Eu como coordenador não irei contra a lei do TRE-SP, evitando com isso qualquer processo contra minha pessoa, mas quem se sentir prejudicado que procure seus direitos nos órgãos competentes. 3°- Sobre a suplente da coordenação do conselho participativo municipal, ela só assumirá no caso de licença ou vacância do cargo de coordenador titular, mas hoje é eleição, não é licença e nem renuncia do coordenador, para a suplente assumir ao cargo de titular. 4°- Lembro que o Conselho Participativo Municipal é um órgão de representação da sociedade civil, que cabe a esse colegiado a resolver seus problemas, de uma forma independente da subprefeitura e da secretaria. Pois não pode sofrer nenhum tipo de interferência do governo. As 20:10 minutos a conselheira Flávia Amorim Maia se ausentou do recinto pois conforme já tinha informado ao coordenador tinha um evento já agendado e não contava com o prolongamento da discussão sobre a validade ou não da eleição que já havia sido previamente votada. O Conselheiro Claudinei Simões também se ausentou do recinto. Após as manifestações o coordenador solicitou a apresentação dos candidatos a novo coordenador e apresentaram-se o Conselheiro Edson Salles , o conselheiro Guilherme Mendes e a Conselheira Margarida Helena Ferreira, iniciou- se a votação nominal e o Conselheiro Edson Salles foi eleito com 11 votos, seguido pelo conselheiro Guilherme Mendes com 10 votos e a conselheira Margarida Helena Ferreira 04 Votos, para respeitarse a paridade de gêneros, principio deste conselho desde seu edital, foram eleitos o Conselheiro Edson Salles e Margarida Helena como sua suplente. Para a vaga de secretária foi apresentada somente a conselheira Shirley Jesus dos Santos a qual foi aclamada e assim concluiu-se o processo de eleição e fazemos por meio desta ata tornar publico o seu resultado

Anúncios

Sobre diariooficialdalapa
ativista lapeano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: