Rua Frei Tito, a antiga Rua denominada Doutor Sérgio Fleury

PROJETO DE LEI 01-00243/2013 do Vereador Orlando
Silva (PC do B)
“Denomina Rua Frei Tito, a atual Rua Doutor Sérgio Fleury,
Distrito de Vila Leopoldina, Subprefeitura da Lapa, e da outras
providências
A Câmara Municipal de São Paulo DEC R E TA :
Art. 1º Fica denominada Rua Frei Tito, a antiga Rua de-
nominada Doutor Sérgio Fleury, Distrito de Vila Leopoldina,
Subprefeitura da Lapa.
Art. 2º As despesas decorrentes da execução desta Lei
correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suple-
mentadas se necessário.
Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação,
revogadas as disposições em contrário.
Sala das Sessões, 4 de abril de 2013. Às Comissões com-
petentes”.
“JUSTIFICATIVA
A partir da iniciativa da aprovação nesta casa do Projeto de
Lei no. 380/2010 apresentado por este vereador em co-autoria
com o Vereador Jamil Murad (PCdoB), que permite a alteração
das denominações de logradouros públicos por personagens
que violaram os direitos humanos, desdobramos como iniciativa
de reparação histórica à cidade de São Paulo a substituição do
nome da rua Dr. Sérgio Fleury situada na Vila Leopoldina para o
nome de rua Frei Tito.
Não se trata de uma mera substituição de denominações
de ruas, mas sim uma reparação histórica. Segundo estudos
levantados pela Prefeitura de São Paulo e matérias jornalísticas,
a rua Dr. Sérgio Fleury foi uma homenagem ao delegado Sérgio
Paranhos Fleury, figura de triste memória na história recente do
Brasil. A cidade de São Paulo, foi palco das atrocidades deste si-
nistro personagem de nossa história, cuja homenagem ocorreu
na forma de denominação de rua.
O exato oposto deste delegado foi justamente uma de suas
vítimas, Frei Tito, padre e intelectual refinado, simbolizou como
poucos a aliança entre Fé e causas sociais.
Nascido em Fortaleza/CE, em 14 de setembro de 1945, Tito
de Alencar Lima foi líder da Juventude Estudantil Católica – JEC,
organização de forte atuação entre os estudantes que lutavam
pela melhoria da Educação no Brasil. Em 1966, Frei Tito iniciou
o noviciado dos dominicanos em Belo Horizonte. Em seguida
mudou-se para São Paulo para estudar Filosofia na Universi-
dade de São Paulo – USP. Em 1968, foi preso em Ibiúna/SP por
participar do Congresso da UNE. Em 1969 foi novamente preso
acusado de subversão, por pertencer a uma rede de frades que
apoiavam a resistência popular à ditadura militar. Brutalmente
torturado, foi deportado e acolhido na França, entretanto, a tor-
tura sistemática deixou marca indelével em seu corpo e espírito,
levando-o a por fim a própria vida em 10 de agosto de 1.974.
Frei Tito é um símbolo vivo em nossa sociedade das marcas
deixadas por um regime político que todos os democratas de-
vem se lembrar e lutar para que nunca mais retorne.
Neste sentido, solicito o apoio dos meus pares, para apro-
var este importante projeto para a cidade de São Paulo.”

 

Anúncios

Sobre diariooficialdalapa
ativista lapeano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: